• Carla Scott

QUILOMBO AQUILAH

Atualizado: 10 de jan.

O Dia da consciência Negra foi celebrado com muita dança, música, palestras e feijoada no Quilombo Aquilah. Muito jongo, carimbo, samba de roda capoeira e palestras sobre a história e cultura deste povo tão rico, que tanto contribuiu com a nossa cultura.


O Quilombo urbano Aquilah é mantido por um coletivo de mulheres que cultuam a perpetuam a história afro. Patrimônio imaterial do estado o local realiza um trabalho focado na prevenção e cuidado com a saúde das mulheres também desenvolve todo o potencial artístico dessas mulheres com muita dança, arte e cultura.



Estima-se que na baixada de Jacarepaguá haviam aproximadamente 11 engenhos onde aproximadamente 4000 pessoas foram escravizadas. Portanto o Quilombo faz todo um trabalho de reparação para este coletivo de mulheres.


A celebração do dia da Consciência Negra é muito importante pois é um convite para entender e compreender a complexidade que a escravidão trouxe ao Brasil.


A celebração contou com a participação do Secretário de Turismo da Prefeitura do Rio de Janeiro, Bruno Kazuhiro, e muito em breve o espaço será reaberto para visitação fomentando ainda mais o turismo em nossa região.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
jaajbr.png