• Jornal Abaixo Assinado

Você matou meu filho


Publicacao-relatorio

EDITORIAL

“Você matou meu filho!”, este é o nome do relatório da Anistia Internacional sobre as execuções cometidas pela Polícia Militar na cidade do Rio de Janeiro nos anos de 2014 e 2015. A Anistia Internacional realizou entrevistas com vítimas e familiares, testemunhas, defensores de direitos humanos, representantes de organizações da sociedade civil, especialistas em segurança pública e autoridades locais, e coletou detalhes sobre as cenas dos crimes, registros de ocorrência, atestados de óbito, relatos de especialistas e inquéritos policiais. Através deste material, a Anistia Internacional verificou a existência de fortes indícios de execuções extrajudiciais e um padrão de uso desnecessário e desproporcional da força pela Polícia Militar.

Alguns números do relatório são absurdos: uma pessoa é assassinada por dia pela polícia; 99,5% das vitimas são homens; 79% eram negros; e 75% tinham entre 15 e 29 anos de idade. Enfim, jovens negros e pobres moradores das favelas e periferias. De janeiro de 2011 a outubro de 2015 cerca de 2.510 pessoas formam mortas devido a ações policiais.

Essa guerra é preocupante e assustadora porque também atinge também nossos policiais. Em 2014, 98 policiais foram assassinados e em 2015 essa conta até outubro já tinha chegado a 60 mortes. Nossa polícia é a que mais mata e a que mais morre.

Pelo andar da carruagem, 2016 promete acentuar mais ainda a onda de violência na cidade e em nossa Baixada de Jacarepaguá pelo que acabamos de assistir em janeiro com a chacina na comunidade Cesar Maia e as mortes ocorridas na Cidade de Deus no final do ano de 2015.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
jaajbr.png