• Jornal Abaixo Assinado

Obras paralisadas pelo Pezão

Canteiros sem obra em Jacarepaguá

*Almir Paulo

Obra de construção do novo prédio para o Colégio Stella Matutina, no bairro do Tanque


‘’Na escola, primeiro te ensinam uma lição e depois aplicam uma prova. Na vida, primeiro te aplicam uma prova, e depois você aprende a lição”

A crise financeira do governo estadual do Rio de Janeiro, criada por Cabral – Pezão –PMDB do Rio e seus aliados, paralisou várias obras importantes para o povo fluminense na educação, na saúde, de infra-estrutura, saneamento básico e despoluição da Baía de Guanabara, etc. Na Baixada de Jacarepaguá temos algumas obras paradas de construção novas escolas, proteção ambiental e de aumento do volume de água para vários bairros. Anote aí, algumas dessas obras literalmente paralisadas em nossa região:

  1. É caso do projeto de recuperação ambiental das lagoas da Barra e de Jacarepaguá. Dos R$ 673 milhões previstos, apenas R$ 11 milhões foram investidos. Entre os serviços calculados, estão a limpeza de resíduos sólidos de grande porte do fundo das lagoas e manguezais, o plantio de 30 mil mudas de mangues e a instalação de sete quilômetros de cercas de proteção na faixa marginal das lagoas de Camorim e Tijuca.

  2. Mais um canteiro de obra parada: só estão com 21% prontos o projeto de levar água para Zona Oeste, incluindo também Recreio e Vargens. Uma obra no valor de R$ 149,1 milhões.

  3. As obras de construção dos novos Colégios Estela Matutina (bairro do Tanque) e Pedro Aleixo (Cidade de Deus) estão interrompidas há quase dois anos.

Parada obra do Colégio Pedro Aleixo na CDD


Não ao aumento das passagens

Até agora quem mostrou serviço no governo Crivella foi o vice-prefeito e secretário municipal de transportes, Fernando MacDowell, que começou fazendo barulho, ao evitar o aumento das passagens de ônibus. Os empresários de ônibus e a Rio Ônibus/Fetranspor ficaram pianinhos e enfiaram a viola no saco. Parabéns MacDowell!

BRT Transolímpica

O BRT Transolímpica vive às moscas. Tinha previsão de transportar 70 mil pessoas por dia, mas tem sido utilizado por 26 mil diariamente. Isso representa menos movimento do que somente a estação Taquara do BRT Carioca. Aliás, o pedágio da via expressa Transolímpica já aumentou de R$ 5,90 para R$ 6,60 (a via foi inaugurada em setembro de 2016).

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
jaajbr.png