• Jornal Abaixo Assinado

O Distrito Industrial de Jacarepaguá e sua história

Por Michael Carneiro*


imagem distrito industrial

No início dos anos 60 havia o temor de que o antigo Estado do Rio atraísse as grandes empresas e, com isso, superasse economicamente a Guanabara. Daí surgiram, no Governo Lacerda, os distritos industriais. 

Basicamente, era inevitável a criação de longas estradas para o escoamento da produção dos chamados “distritos industriais”; sendo assim a maioria destes distritos ficou a margem da Av. Brasil:  Penha, Fazenda Botafogo, Campo Grande, Bangu e Santa Cruz. Carlos Lacerda possuía o desejo de construir uma autoestrada que servisse de escape para a produção do distrito de Jacarepaguá (a Linha Amarela somente foi construída pela Prefeitura do Rio de Janeiro na década de 90, e atualmente possui o nome oficial de Av. Carlos Lacerda).

O distrito industrial de Jacarepaguá ganhou diferentes contornos dos demais: resistiram apenas às indústrias de produção de remédios (farmacêuticas). Portanto, o distrito industrial de Jacarepaguá não originou um chamado “bairro operário”, não houve naquele período o surgimento dos conjuntos habitacionais ao entorno do distrito.

* Doutor em Memória Social (UNIRIO) e membro do Instituto Histórico da Baixada de Jacarepaguá

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

MJADRA

jaajbr.png