• Letícia Ribeiro Leite

O AUMENTO DO PREÇO DAS CARNES E O CONSUMO DE PROTEÍNA ANIMAL NO BRASIL

O Brasil está entre os principais produtores e exportadores de carne no mundo, de acordo com estudos publicados por volta do ano de 2013, grande parte do que se produz no país é consumido nele mesmo, em decorrência da elevada demanda existente pelos consumidores brasileiros.


No entanto esse cenário de consumo de carnes está sofrendo modificações devido a diversos fatores, como mudanças no comportamento alimentar e elevação dos preços dessa fonte de proteína animal.


O aumento dos preços das carnes está relacionado com diversas questões, sendo que até o clima influencia nos preços, pois se em determinada época os produtores enfrentam uma estiagem muito longa ou geadas, isso irá afetar a produção de alimentos que são a base da ração uti lizada na alimentação dos animais que serão destinados ao abate, ou seja, esse produtor irá ter um gasto maior para criar esse animal e esse aumento nos gastos será repassado aos consumidores através do preço de aquisição do produto nos supermercados.


Um dos principais substitutos da carne é o ovo, já que esse produto além de rico em proteínas, contém diversos nutrientes e vitaminas em sua composição. De acordo com estudos publicados em 2019, o consumo de ovo no Brasil não é algo padrão e isso ocorre pelo fato de que o consumo é influenciado por características que envolvem o perfil econômico, social e cultural do consumidor, por exemplo.


Em 2019, o consumo de ovos no Brasil foi de 230 ovos por habitante, atualmente devido a elevação dos preços das carnes, esse número certamente sofreu um aumento.


Diante dessas informações, é possível afirmar que de acordo com os preços dos produtos no mercado, o consumidor precisa modificar e adaptar o seu consumo de alimentos, a fim de não ultrapassar o seu orçamento mensal e manter um consumo adequado de nutrientes necessários ao seu organismo.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
jaajbr.png