• Jornal Abaixo Assinado

Números da violência em Jacarepaguá

Estatuto do Desarmamento deteve “corrida armamentista” no país (Arquivo/Agência Brasil)


“Não adianta olhar para o céu com muita fé e pouca luta”(Gabriel, O Pensador)

“Violento mesmo é o amor, o resto é só cara de mal” (Emicida)

Números que assustam o povo de Jacarepaguá

 Por Almir Paulo*

Na edição de maio do Jornal Abaixo-Assinado publicamos o levantamento do aplicativo“Fogo Cruzado” que registrou a escalada no número de tiroteios e disparos por arma de fogo na Praça Seca e na Cidade de Deus no período de janeiro a maio de 2018 (leia essa matéria no Blog e Facebook do jornal).

Agora, em primeira mão, publicamos um levantamento das ocorrências registradas na 32ª e 41ª delegacias, ambas de Jacarepaguá, no período de 1º de janeiro até 30 de abril de 2018.

São números assustadores! Números que demonstram o crescimento da violência em Jacarepaguá e Vila Valqueire. Confira os números:

Quantitativos das ocorrências da 32ª DP – de 1º de janeiro a 30 de abril de 2018:

  1. Furto a Estabelecimento Comercial: 32

  2. Roubo a Estabelecimento Comercial: 30

  3. Furto no interior de Estabelecimento Comercial: 54

  4. Roubo no interior de Estabelecimento Comercial: 17

  5. Furto a Transeuntes: 104

  6. Roubo a Transeuntes: 345

  7. Furto de Celular: 115

  8. Roubo de Celular: 73

  9. Furto de Veiculo: 20

  10. Roubo de Veículo: 144

  11. Furto de Moto: 07

  12. Roubo de Moto: 30

  13. Furto no interior de Coletivo: 137

  14. Roubo no interior de Coletivo: 86

  15. Furto no interior de Residência: 65

  16. Roubo no interior de Residência: 05

Quantitativos das ocorrências da 41ª DP – de 1º de janeiro a 30 de abril de 2018:

  1. Furto a Estabelecimento Comercial: 19

  2. Roubo a Estabelecimento Comercial: 09

  3. Furto no interior de Estabelecimento Comercial: 25

  4. Roubo no Interior de Estabelecimento Comercial: 18

  5. Furto a Transeuntes: 41

  6. Roubo a Transeuntes: 203

  7. Furto de Celular: 34

  8. Roubo de Celular: 72

  9. Furto de Veículo: 04

  10. Roubo de Veículo: 85

  11. Furto de Moto: 05

  12. Roubo de Moto: 38

  13. Furto no interior de Coletivo: 46

  14. Roubo no interior de Coletivo: 27

  15. Furto no interior de Residência: 11

  16. Roubo no interior de Residência: 01

“No Rio de Janeiro, assim como nos outros estados, estamos entregues à própria sorte, sem o direito sagrado e constitucional de ir e vir, em paz e em segurança”, afirma o escritor Júlio Cesar Ribeiro, morador das Vargens.

Entendo, que não se trata apenas de aprimorar os mecanismos de detecção do crime e de apreensão de criminosos. É preciso debater para superar o abismo entre segurança e cidadania, entre segurança e defesa dos direitos humanos. No novo cenário das politicas de segurança, trata-se de aprimorar as estratégias preventivas e ampliar o controle social sobre as instituições públicas.

Eleição serve para fazer esse debate e definir ações reais e concretas.

*Coordenação do JAAJ

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
jaajbr.png