• Jornal Abaixo Assinado

Julho Negro


Julho Negro

Julho Negro é uma articulação entre os movimentos de mães e familiares vítimas do Estado brasileiro, como Rede de Comunidades e Movimentos contra a Violência, Mães de Maio de SP, Fórum Social de Manguinhos, Mães de Manguinhos, Mães Vítimas da Chacina da Baixada com a adesão e apoio do Fala Akari, Coletivo Papo Reto, Fórum de Juventudes RJ, Fórum Grita Baixada, Centro dos Direitos Humanos da Diocese de Nova Iguaçu, e o movimento/campanha Black Lives Matter (Vidas Negras importam), dos Estados Unidos da América. Desde o ano passado, esses grupos vêm estabelecendo um diálogo e ações entre Brasil – EUA sobre racismo e segurança pública.

Julho Negro, na sua edição de 2017, terá ações de 17 a 21 de julho. Participarão mães e familiares de vítimas na Palestina, no México e também a Associação de Haitianos do Brasil.

Programação:

Dia 17/07 # 11-13h: Coletiva de Imprensa com todos movimentos participantes (local a definir). # 18h: Lançamento Virtual da Campanha Vidas nas Favelas Importam.

Dia 18/07 # 15h: Ato Candelária pelo Fim da Era das Chacinas.

Dia 19/07 # 18h30 na Cinelândia: Roda de Conversa Masculinidades Negras: opressões do Machismo.

Dia 20/07 # Vigília pela Chacina da Candelária. # 18h30: Lançamento na Baixada Fluminense do Atlas da Violência 2017 com a presença de pesquisadores do Ipea.

Dia 21/07 # 18h: Festival de Cinema Dona Jane Camilo.(Biblioteca Parque da Favela de Manguinhos)

Saiba mais em: http://bit.ly/2stdGa1

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
jaajbr.png