top of page
  • Jornal Abaixo Assinado

Fortalecendo Territórios e a Luta Popular

Por Professor Carlos Motta


O Capitalismo vem promovendo uma desconsideração com o modo de vida marcado pelo tempo e espaço indissociável, taxando de ultrapassado o chamado tempo social e natural, aquele construído através de laços com o passado e com o ritmo da natureza, criando um espaço sem tempo ou um tempo sem espaço, onde o que importa, são os lugares funcionais ao Mercado.

Assim, para mantermos a esperança e o avanço das conquistas coletivas, o fortalecimento dos territórios contra hegemônicos e o compromisso com os excluídos se tornam imprescindíveis.

Foi com esta proposta que no último dia 30 de março, na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, foi firmado um  compromisso da Dr. Maria Lúcia de Pontes, Superintendente Regional do INCRA/RJ, com a reforma agrária, a agricultura familiar e a consolidação dos territórios quilombolas.  A Dr. Maria Lúcia, coordenava o Núcleo de Terras e Habitação da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro.  A cerimônia foi presidida pelo vereador Reimont e estiveram presentes diversas entidades, Quilombos, movimentos, comunidades ameaçadas de remoção, militantes e federações, como: o MST; a Federação dos Quilombos do RJ; a Rede Carioca de Agricultura Urbana; a Pastoral das Favelas; o PACS; UFF; UFRRJ; defensores públicos e agricultores. JACAREPAGUÁ se fez presente com representantes da Agrovargem, Quilombo Camorim, Quilombo Vargem Grande, JAAJ, Fiocruz Mata Atlântica, Colégio Estadual Teófilo Moreira e por moradores da Vila Autódromo, Coroado e Colônia.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page