• Jornal Abaixo Assinado

Escrever bem e melhor

DÚVIDAS COTIDIANAS DA LÍNGUA PORTUGUESA

A mudança ao longo do tempo: “gasto” ou “gastado”

*Micheli Ferreira

Com o decorrer do tempo, nossa língua está em constante processo de mudança. Assim, alguns termos caem em desuso; outros são substituídos ou alterados.

Nesta edição, analisaremos os verbos gastar, pagar e ganhar, na forma particípio, a qual se refere ao passado. Estes, outrora, assumiam as formas gastado, pagado e ganhado, as quais estão fora de uso.

Atualmente, o particípio dos verbos acima assume as formas irregulares gasto, pago e ganho, respectivamente.

Vejamos as sentenças abaixo:

A consumidora havia gasto seu dinheiro naquela compra.

A consumidora havia gastado seu dinheiro naquela compra.

Ao optar pelo uso da segunda sentença, o falante não estará acompanhando a evolução da língua, já que a forma gastado remete a um português arcaico e desatualizado.

Desse modo, não se trata de um erro ortográfico e sim, de não se atualizar quanto às possíveis modificações de nossa língua ao longo dos anos.

Para a gramática, os verbos apresentados admitem duas formas no particípio: a regular e a irregular (ex.: pagado e pago). Isso significa que esse verbo pertence à classe dos verbos abundantes.

É importante destacar ainda que os verbos aqui analisados se apresentam no particípio junto aos verbos auxiliares ser, haver, ter e estar.

Provavelmente, a imagem abaixo represente como você, caro leitor, se sente em alguns momentos com relação à Língua Portuguesa.

Disponível em: http://marialucia.com.br/?p=3587

Contudo, para que se sinta cada vez mais seguro, é necessário ler bastante e atualizar-se constantemente.

Finalizo esta edição com uma observação importantíssima com relação ao verbo chegar que, apesar de não fazer parte do “grupo” analisado, apresenta um erro gramatical comum a certos falantes:

A forma chego é a conjugação do verbo chegar na primeira pessoa do singular do presente do indicativo. Portanto, está incorreto este uso para o particípio. Ex: Ela não tem chego cedo ao trabalho. Ela tem chegado cedo ao trabalho.

Até a próxima edição e lembre-se de que a leitura é a principal forma de aperfeiçoar e aprimorar nosso vocabulário.

*Professora

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
jaajbr.png