• Jornal Abaixo Assinado

Dúvidas Cotidianas da Língua Portuguesa

O emprego dos verbos “aja” e “haja”

Professora Micheli Ferreira

Conforme diversas situações anteriormente analisadas, sabemos que a língua portuguesa apresenta certas palavras de mesmo som (denominadas homófonas), porém com grafias diferentes (denominadas heterógrafas). Nesta edição, trataremos de mais um exemplo para tal consideração. Serão aqui observadas as palavras aja e haja.

Quanto à gramática, estas palavras são verbos e suas formas infinitivas são agir e haver. Assim, o vocábulo aja consiste na conjugação do verbo agir na primeira e na terceira pessoa do singular no presente do subjuntivo (modo verbal que indica hipótese, possibilidade) ou na terceira pessoa do singular no imperativo (modo verbal que indica ordem, conselho, pedido); por sua vez, hajaconsiste na conjugação do verbo havertambém na primeira e na terceira pessoa do singular no presente do subjuntivo ou na terceira pessoa do singularno imperativo.

Com relação ao significado, aja remete a fazer algo; tomar uma atitude. Haja, em geral, significa existir, ter, acontecer…

Vejamos o contexto da tirinha abaixo, com a personagem Mafalda, criada e elaborada pelo cartunista argentino Quino:


Disponível em: https://greveufrj2015.wordpress.com/2015/07/17/mafalda-e-a-repercussao-de-nossa-greve-na-midia/

No último quadrinho da tirinha, encontramos o verbo haja na fala de Mafalda ao estar aparentemente estressada, indignada, revoltada. Pode-se atribuira este verbo o sentido de ter, o qual poderia ser completado com a palavra “paciência”.

Para uma melhor compreensão, analisemos também as frases abaixo:

Por favor, aja com mais cuidado! (verbo agir no imperativo)

Tomara que haja mais Tolerância entre as pessoas. (verbo haver com sentido de existir, no presente do subjuntivo)

Encerro esta edição com um breve conselho: Haja o que houver, aja sempre da melhor forma possível!

Até a próxima…

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
jaajbr.png