• Jornal Abaixo Assinado

CHEGA DE PAES E DE CRIVELLA, O RIO MERECE MAIS

Os últimos dois prefeitos da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes e Crivella, estão na frente da disputa eleitoral desse ano. A cidade maravilhosa merece mais, muito mais. 

Eduardo Paes governou o Rio em um momento de enormes investimentos públicos, um momento histórico que nunca mais irá se repetir e os Jogos Olímpicos e Copa do Mundo não deixaram legado para quem mora na cidade. O BRT além de um modal ultrapassado, não funciona direito, com excessiva demora entre uma composição e outra, veículos sem refrigeração e super lotados. Os aparelhos esportivos criados para disputa das Olimpíadas em quase nada servem para incentivar e promover o esporte, já que não existe política municipal séria de formação de atletas. Ainda sobre o esporte, não podemos esquecer da mutilação do Maracanã, que se tornou um espaço caro, pra inglês ver e o povão agora passa longe, isso tudo depois de mais de 1 bilhão de dinheiro público investido. Além da desumana política de habitação com remoção de milhares de pessoas de suas casas para agradar a especulação imobiliária.

Marcelo Crivella conseguiu deixar a cidade do Rio de Janeiro com uma cara de cidade abandonada. Até uma coisa simples como as lixeiras disponíveis na rua sumiram. Uma gestão marcada por escândalos de uso de dinheiro público para promoção de aliados e do próprio prefeito. Temos a reunião com líderes religiosos e pastores onde se sugeriu furar a fila do SUS, através de conchavos com a prefeitura e a igreja. O caso mais recente dos guardiões do Crivella, onde cargos comissionados da prefeitura recebiam para ficar na porta dos hospitais atrapalhando o trabalho da imprensa e agredindo o cidadão que reclamasse dos péssimos serviços. Um prefeito que não sabe separar sua preferência religiosa e seu papel enquanto homem público, que deve governar para todos os cariocas e não só para os seus correligionários, como o caso da instalação de um tomógrafo em uma Universal na Rocinha.

O Rio de Janeiro tem um enorme potencial de recuperação econômica através de economia criativa, da atração de indústrias interessadas no conhecimento produzido nas diversas universidades de ponta espalhadas pela cidade, do maior aproveitamento do turismo para gerar emprego e renda, da criatividade do carioca e nos comércios e serviços que todos anos surgem, mas por falta de apoio do poder público acabam fechando. A cidade possui a maior rede pública municipal de ensino da América Latina, com enormes desafios para ter uma educação de qualidade para os seus mais de 220 mil alunos. O Rio tem carência histórica no atendimento de saúde para seu povo, quem precisa marcar consulta em um posto de saúde sabe a demora exagerada para o atendimento. Isso sem falar nas diversas comunidades onde existe um déficit enorme em saneamento básico, que a prefeitura tem como buscar parcerias para resolver. Precisamos de um prefeito ou uma prefeita que olhe pelo povo mais necessitado e seja capaz de fazer uma cidade para mais justa e digna para todos e já vimos que o Paes e Crivella não são pessoas capazes de contribuir para o Rio solucionar seus problemas, inclusive, são parte dos problemas da cidade.

Escrito por Miguel Pinho

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
jaajbr.png